22 de octubre de 2016

IPLA: O Mundo - Visto pela Psicanálise. Nº 169


  Facebook Twitter
21 de outubro de 2016       Nº 169
 
Saber Querer / Querer Saber
Saber Querer / Querer SaberO Instituto da Psicanálise Lacaniana – IPLA ganhou um segundo prêmio internacional por seu trabalho de pesquisa na Clínica de Psicanálise do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco – USP, dirigida por Jorge Forbes. Desta vez, a pesquisa “Late Onset Muscular Desorders: Do Patients’ Relatives Want to Be Tested? - What motivates patients' relatives to undergo genetic testing in search of a pathogenic mutation” recebeu “Destaque Especial” em plenária do 21º Congresso Internacional da World Muscle Society, em Granada – Espanha, de 4 a 8 de outubro de 2016.
Ainda nesta edição:
. A revolução transumanista
. Trabalho na pós-modernidade
. A função do silêncio no cinema 
 
Psicanálise tem destaque em Congresso de Genética
 
A tecnomedicina e a uberização do mundo
 
 
Psicanálise tem destaque em Congresso de Genética
“Você quer ou não ser testado?” Essa foi a pergunta proposta aos parentes de portadores de doenças genéticas, na pesquisa apresentada pelo IPLA no 21º Congresso da WMS, em Granada – Espanha. Esse trabalho foi concebido e coordenado por Jorge Forbes e Mayana Zatz. LEIA MAIS
 
A tecnomedicina e a uberização do mundo
Mesmo rejeitando o alarmismo frente às desregulações do mundo do trabalho, trazidas pelas inovações tecnológicas, Luc Ferry está longe de compartilhar o otimismo de Jeremy Rifkin. Por Alain Mouzat. LEIA MAIS
 
 
As múltiplas formas de trabalho hoje
 
O silêncio no cinema
 
 
As múltiplas formas de trabalho hoje
Longe do modelo fordista do trabalho e das conquistas sociais do século XX, as formas de trabalho hoje se multiplicam, ameaçando as proteções sociais que pareciam intocáveis. Por Dorothee Rüdiger. LEIA MAIS
 
O silêncio no cinema
O silêncio, da mesma forma que constitui um bisturi de grande eficácia para o analista, tem uma função estruturante no cinema, explica o Prof. Fernando M. da Costa, em entrevista para Lilian Bison. LEIA MAIS
 
 
Sábados no IPLA
 
 
Alô Psicanálise