4 de junio de 2014

LXXVI Boletim Eletrônico da EBP-Delegação Geral Maranhão


LXXVI  Boletim Eletrônico da Delegação Geral Maranhão

Mês passado a Delegação Geral Maranhão realizou sua VIII Jornada e até o momento ainda reverbera, entre os participantes deste evento, as palavras proferidas pelo psicanalista Luiz Fernando Carrijo da Cunha.
Entre as muitas falas de Fernando Carrijo, destaco este fragmento, quando ele disse, que: "O tema violência de certo modo produz um laço social, pois, se vivemos a violência diariamente, nos ocupamos dela", e é sobre este tema que o UM da Escola Brasileira de Psicanálise hoje se ocupa, preparando-se para uma discussão mais ampla, em novembro/2014, na cidade de Belo Horizonte onde vai ser realizado o XX Encontro Brasileiro do Campo Freudiano, cujo tema é "Trauma nos corpos e violência na cidade".
A Jornada prosseguiu no sábado com o seminário "Do pai que nomeia ao pai que assombra – Uma mudança de perspectiva em Lacan" e com a apresentação de 04 (quatro) trabalhos elaborados pelas participantes da Delegação Geral Maranhão, cujos trabalhos estavam em sintonia com o tema "Trauma e violência no mundo contemporâneo". Silvana Sombra com o trabalho "O Corpo Afetado Pela Palavra", apresentou um texto onde relata o que é um corpo do ponto de vista da psicossomática e o que é um corpo para a psicanálise, dando ênfase ao que vem a ser o sintoma para a psicanálise. Carmen Damous com o seu texto "Estranho Sonho" remeteu-se ao terceiro ensaio da sexualidade de Sigmund Freud, para nos falar da crise na adolescência. Para ilustrar seus argumentos nos traz um recorte de um ato de violência, onde um jovem mata os membros da família e após comete suicídio, a partir deste fato Carmen articula alguns conceitos da psicanálise, dando destaque para o  declínio no nome do pai no mundo contemporâneo. Thaïs Moraes Correia apresentou o texto "Violência e Trauma: caroços do real", Thaïs Moraes nos falou de uma violência urbana relacionada com a feminização do/no mundo. Disse, ainda, que a violência será  traumática dependendo dos transbordamentos das capacidades subjetivas de lidar com o evento. Anícia Ewerton com seu trabalho "Trauma e Violência" dá ênfase  à questão do trauma para a psicanálise, dizendo, segundo Lacan, que o verdadeiro trauma do sujeito é a existência da linguagem, é a dependência do sujeito ao significante, marcando, ainda, os três momentos das articulações feitas por Lacan em relação ao conceito do trauma. Os comentários de Luiz Fernando Carrijo foram pontuais, demonstrando o quanto foi positivo epistemicamente a produção de cada trabalho apresentado.
Outras atividades, também, ocorreram na Delegação Geral Maranhão, no mês de maio, e que teve grande repercussão entre seus participantes, a exemplo temos a  Seção Clínica que está sendo coordenada por Djanete Miranda. O convidado  do mês foi Eduardo Riaviz, que apresentou alguns fragmentos clínicos levando os ali presente a discutirem sobre a clínica, principalmente ao que diz respeito a uma clínica do singular. O Cine Insight, sob a responsabilidade de Tereza Brauna e  Anícia Ewerton, recebeu, na UNDB, Thaïs Moraes Correia para comentar o filme do cineastra  Pedro Almodóvar  "A flor do meu segredo". Thaïs Moraes sustenta seus comentários abordando a questão da devastação na vida de uma mulher.
Em junho vamos dar continuidade as nossas atividades, o curso "Percurso de Lacan: Uma Introdução" sob à coordenação de Eduardo Riaviz dará início a uma nova unidade "As Leis da Linguagem", quem quiser saber como Lacan fez essa articulação é só comparecer aos sábados na UNDB, sala 401. Confira, abaixo, nossa programação.
Anícia Ewerton
Secretária de Biblioteca


SEXTA-FEIRA

Núcleo "Cultura e Psicanálise"
Data: a combinar    Horário: 08h30min
Responsável: Thaïs Moraes Correia - tel. 9114-5833 / 8110-2888
Local: Delegação Geral MA
Curso "Introdução a Freud"
Responsável: Eduardo Riaviz -tel.9141-5163
Horário: 17h45 às 19h15 / semanal
Atividade aberta – local: DG/MA 

Ateliê de Leitura "Variantes Clínicas do Ensino de Lacan"
Responsável: Eduardo Riaviz -tel.9141-5163
Horário:  19h30 às 21 h / semanal
Atividade aberta – local: DG/MA 

SÁBADO

Curso "Percurso de Lacan: Uma Introdução"
Coordenador: Eduardo Riaviz -tel.9141-5163
Horário: 9h 30m            semanal
Local: UNDB     Sala 401

Ateliê de Leitura "Psicanálise com Crianças"
Data:  07/06/2014  / quinzenal
Horário: 11h15
Responsável: Carmen Damous- tel. 9972-7793
Local: UNDB

Conversação Clínica
Convidado: Moacir Col Debella
Data:   28/06/2014
Horário:          local: Delegação Geral MA
Responsável: Djanete Mirante
Obs: atividade restrita aos participantes da DG/MA

Orientação Lacaniana/Atividade preparatória para XX Encontro do Campo Freudiano –"Trauma nos Corpos e Violência nas Cidades"
Data: 21/06/2014(quinzenal)
Horário: 15h30
Responsáveis: Anícia Ewerton-8822-1017 e Tereza Braúna-9971-0997
Local: Delegação Geral


Proposto originalmente por Lacan, o cartel é um dispositivo, órgão de base de uma Escola de orientação lacaniana, para quem pratica a psicanálise ou quer estudá-la.
O interesse em torno de um tema, onde quatro pessoas e o mais-um, que faz deste grupo sem mestre, assim constitue-se um cartel, lugar de produção de saber própria a cada um, onde é possível avançar no saber, não sem os outros, possibilitando vincular-se " a elaboração coletiva a uma produção singular."
" O cartel vive!"
Interessados na formação de cartéis, entrem em contato conosco.
 Carmen Damous
Secretária de Cartéis

Carteis em funcionamento:
Título do Cartel: "Trauma e Violência no feminino"
Mais um: Sonia Vicente da Sessão Bahia / membro da EBP
Participantes:
Ø  Joselle Maria couto e Lima - Trauma e violência: os imperativos do gozo feminino na contemporaneidade
Ø  Thaïs Machado Moraes Correia - Trauma e violência no feminino: sintoma social contemporâneo
Ø  Flaviana Almeida do Nascimento - Trauma e violência no século XXI: manifestações religiosas no feminino.
Ø  Maria Amélia Reis - Tema do Cartel: A dor no corpo como sintoma feminino e sua relação traumática
Ø  Indiara Cruillas Nagem


Título do cartel: "Falar com o corpo"
Mais um: Maria Josefina – membro da EBP São Paulo
Paticipantes:
Ø  Carmen: Dores crônicas, fibromialgia, sintoma(s) histérico(s) no século 21
Ø  Paulo: A dor encarcerada
Ø  Anícia: O corpo do adolescente e a agitação do real
Ø  Silvana: O real do corpo na psicanálise e na ciência
Ø  Josefina: O corpo sexuado no século 21.

BIBLIOTECA:    LIVROS E REVISTAS À VENDA


                 




Eventos:




Administração:
Coordenadora Geral: Silvana Sombra
Secretário Administrativo-Financeiro: Moacir Col Debella
Secretária de Biblioteca: Anícia Ewerton
Secretária de Cartéis: Carmen Damous

Abaixo está os créditos autorais da formatação do Boletim eletrônico "O Lacaniano":

_
__,_._,___
-->

No hay comentarios: