18 de julio de 2009

[EBP-Veredas] Conferência na EBP-SP





O ADOLESCENTE PÓS-FREUDIANO

Conferência Internacional na EBP-SP



27 de julho de 2009 - 20h30



Convidado: PAULO SIQUEIRA


Psicanalista em Paris, AME, Membro da ECF e da AMP



Debatedora: Blanca Musachi, EBP-AMP


Coordenadora: Cássia Maria Rumenos Guardado, EBP-AMP



O adolescente descrito por Freud nos “Três ensaios sobre a sexualidade” em seu artigo intitulado “As metamorfoses da puberdade” editado entre 1905 e 1924, é caracterizado em função de um real biológico (a puberdade) e o lugar do Pai no complexo de Édipo. Ora, desde o artigo sobre “Os complexos familiares na formação do Individuo” de 1938, Jacques Lacan observa um declínio do Pai na sociedade e na família que era até então de estilo patriarcal. Mais tarde, pelo menos no Campo freudiano de orientação lacaniana, tornou-se necessária uma nova direção no tratamento psicanalítico que visa um “Além do Édipo”. Isto implica um questionamento profundo da concepção freudiana do Adolescente.








supremacia do gozo sobre o Ideal na sociedade Pós-Moderna. As conseqüências distlgo de mais subversivo aconteceu na Cultura Contemporânea que foi descrito por Jacques Lacan como a ascensão ao zênite do objeto (a), ou seja, a o no mal-estar na civilização e na psicanálise mesma foi analisado com muita pertinência na intervenção de Jacques-Alain Miller no Congresso da AMP em Comandatuba em agosto de 2004 ( publicado em Opção Lacaniana 42, de fevereiro de 2005 sob o titulo “Uma fantasia”).

Como a função do Ideal tinha na adolescência um papel preponderante na “maturação” do jovem, nesta sua passagem delicada entre a infância e a idade adulta, é claro que este ponto de apoio do Ideal que hoje em dia é posto em questão, implica um profundo mal-estar para a juventude atual. O que substitui no adolescente de hoje esta função do Ideal? Um Sinthoma de tipo Joyciano? Uma saída cínica generalizada?

Tentaremos abordar a partir destas mudanças na civilização e da estrutura pós-edípica as implicações clínicas que elas produzem no tratamento do jovem adolescente e em particular nos casos de psicose. Paulo Siqueira

Local: Sede da EBP-SP, Rua João Moura, 627, Mezanino





.

_,___

No hay comentarios: