29 de agosto de 2011

GPS off road - n. 4 - Boletim da XVI Jornada da EBP-MG


GPS off road – Boletim da XVI Jornada da EBP-MG – n. 4

Inibição, defesa e a dimensão do ato

Conforme já foi anunciado, no dia 1º de setembro, às 20h30min, na sede da EBP-MG, teremos um novo Seminário Preparatório. Desta vez, a intervenção será feita por Lilany Viera Pacheco e terá como título: “As inibições e os limites da elaboração na clínica psicanalítica de hoje”. Como tenho recebido mensagens em que me perguntam se é necessário se inscrever para participar dos Seminários Preparatórios, destaco-lhes que eles são abertos e gratuitos – basta ir à Seção para assisti-los.

Entretanto, como se falou em “inscrições”, é importante que elas sejam feitas no que concerne à participação na XVI Jornada da EBP-MG, aproveitando inclusive os preços menores e que vigoram até o dia 16 de setembro. Depois desta data, será possível ainda se inscrever, até o limite de vagas disponíveis, mas poderá ser duplamente proveitoso fazer a inscrição antes: além de se garantir o lugar para um evento que, como se tem dito, “promete”, ainda será possível fazê-lo por um preço menor! – nada mal para este nosso mundo tomado pelo imperativo da satisfação ao qual, neste caso, poderemos responder de um modo mais preciso e estimulante.

Após esse preâmbulo sobre “inscrições”, retornemos ao que nos espera no dia 1º de setembro. Conversei com Lilany duas vezes nesse último final de semana. Ela extraiu da conferência de Ricardo Seldes, nosso colega argentino da EOL, na sexta-feira passada, a expressão “inibidos do ato”, justamente para designar aqueles que, nos nossos dias, são cada vez mais tomados pela compulsão. Sem dúvida, essa designação comporta um paradoxo: afinal, compulsão e ato parecem ir juntos “como a corda e a caçamba” e, então, como entraria aí a inibição? Trata-se, nesses casos, de uma inibição quanto ao ato implicado no desejo, no dizer e que, segundo me esclareceu Lilany, é compensada por um acionamento da compulsão que, embora ruidosa, não é propriamente um bem-dizer. Evidenciando-nos como se analisa hoje, Lilany vai nos trazer exemplos relacionados àqueles que, embora muito bem formados, se veem “paralisados na profissão” ou, apesar de serem mulheres muito realizadas, são perpassadas pelos impasses da “reprodução assistida” que lhes promete o acesso à maternidade. Da clínica do passe, o Seminário Preparatório vai se valer dos testemunhos de Silvia Salman e Bernard Seynhaeve para procurar elucidar-nos um manejo analítico que me parece particularmente decisivo em nossos dias e uma diferença conceitual: quem for ao Seminário da próxima 5a feira poderá saber um pouco mais o que é “perturbar a defesa” e também esclarecer as diferenças entre “defesa” e “recalque”. Insisti para que Lilany nos desse uma “palhinha” sobre essa diferença e ela me apresentou o que pareceu mesmo uma “trouvaille”, um achado garimpado no velho e bom Freud: a defesa é um recurso quando o recalque não é suficiente.

Por que considerei tal diferença um achado? Em um mundo como o nosso, tomado pelo imperativo da satisfação, a operação do recalque experimenta, a todo instante, sua insuficiência e, nesse viés, me pergunto se defesa não se impõe como um recurso que aciona tanto a inibição e seu silêncio, quanto sua contra-face – a ruidosa compulsão. Nesse contexto tomado pelo ato silenciado pelos inibidos ou impulsado pelos ditos “desinibidos”, o ato analítico poderá oferecer outra saída – foi o que depreendi de minhas breves e preciosas conversas com Lilany. Veremos, na 5a, o que nos espera.

Até lá!

Sérgio Laia – Coordenador da XVI Jornada da EBP-MG

*******

AVISO 1:

No blog da Jornada, publicamos domingo um texto de Cristina Drummond, derivado de sua apresentação em um dos Seminários Preparatórios do semestre passado:

http://jornadaebpmg.blogspot.com/

Em breve, no mesmo blog, teremos também um texto de Jésus Santiago, relacionado à sua intervenção no primeiro Seminário Preparatório.

AVISO 2:

Se você pode ajudar-nos a divulgar a XVI Jornada da EBP-MG, entre em contato com Cristina Nogueira, Coordenadora da Equipe de Divulgação:

cristina.pinelli@hotmail.com

Desta vez, fizemos um número maior de folders, para que possamos distribuí-los mais amplamente, visando sobretudo àqueles potencialmente interessados em se inscrever nesse evento.

AVISO 3:

Participem do FACEBOOK e do BLOG da XVI Jornada da EBP-MG ou tornem-se seguidores desse evento no TWITTER:

http://www.facebook.com/jornadas.ebpmg

http://jornadaebpmg.blogspot.com/

http://twitter.com/#!/XVIJORNADAEBPMG

AVISO 4:

GPS off road continuará circulando, até a data da XVI Jornada da EBP-MG (28 e 29 de outubro de 2011). Enviem suas contribuições, sempre curtas, para laia.bhe@terra.com.br